Epidemia de dengue atinge também Parelheiros e Marsilac​Epidemia de dengue atinge também Parelheiros e Marsilac

Acima de 300 casos por 100 mil habitantes é considerado nível epidêmico em se tratando da incidência de dengue. Em recente boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com dados contabilizados até 3 de abril, Engenheiro Marsilac aparece com 316,3 casos da doença e Parelheiros com 544,4.

Os dois bairros do extremo Sul paulistano não haviam ainda apontado alta incidência de dengue e nem chegaram a níveis epidêmicos como estes, mesmo em 2015, quando a cidade de São Paulo confirmou 103.186 casos da doença. Ela se manteve média em Parelheiros, cuja taxa foi de 152,2 , e baixa em Engenheiro Marsilac, com coeficiente de incidência de 12,1.

Estes dados são apontados numa série histórica de casos e incidência de dengue que constam dos boletins epidemiológicos de arboviroses – doenças transmitidas por mosquitos – da SMS.

Já na semana de 20 a 27 de março último, Parelheiros chegou a uma incidência de 405 casos. Até 3 de abril passado, a capital paulista contabilizou 114.314 casos de dengue com 39 mortes.

Segundo matéria da “Folhapress” com a professora Maria Anice Mureb Sallum, do departamento de Epidemiologia da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo), contribuem para essa situação em Parelheiros e em Engenheiro Marsilac o fato de serem áreas pobres e com infraestrutura urbana caótica, o que favorece a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

De acordo com a professora, que também é coordenadora do Mestrado Profissional em Entomologia, “nessas regiões há casas com caixa d’água em cima da laje, casas com laje sem telhado e também a coleta de lixo não é regular. Nas lajes pode ter acúmulo de água, assim como tem pessoas que guardam água em casa. Mesmo que tenha menos pessoas e menos mosquitos, há o suficiente para manter a transmissão do vírus da dengue”.

 

O post Epidemia de dengue atinge também Parelheiros e Marsilac apareceu primeiro em Notícias da Região.

[[{“value”:”Acima de 300 casos por 100 mil habitantes é considerado nível epidêmico em se tratando da incidência de dengue. Em recente boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com dados contabilizados até 3 de abril, Engenheiro Marsilac aparece com 316,3 casos da doença e Parelheiros com 544,4. Os dois bairros do extremo Sul paulistano não
O post Epidemia de dengue atinge também Parelheiros e Marsilac apareceu primeiro em Notícias da Região.”}]]