ONU reconhece Barueri como cidade amiga das árvores 

Barueri é uma das cidades mais arborizadas do mundo. Quem afirma isso é a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO/ONU) e a Fundação Arbor Day, que certifica cidades comprometidas em cultivar e manter áreas florestais urbanas.

 

Desde fevereiro deste ano o município de Barueri, por meio da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), passou a integrar o programa internacional “Tree Cities of the World”, que em livre tradução significa “Cidades Árvores do Mundo”, dedicado a destacar as melhores práticas de cidades arborizadas.

 

De acordo com o inventário arbóreo elaborado pela equipe técnica da Sema, os dados de 2023 indicam que Barueri tem 18,93 quilômetros quadrados de projeção de copa de árvores. Isso representa 28,85% da área do município. 

 

Este dado é apenas um exemplo de informação relevante gerado para o relatório da Arbo Day sobre a gestão da arborização urbana da cidade.

 

“Esse reconhecimento da ONU, por meio da FAO, é muito importante para Barueri, pois comprova a eficiência na Gestão da Arborização Urbana do município, que requer uma política pública completa, como nosso Departamento Técnico de Biodiversidade, equipe técnica habilitada com engenheiros florestais, biólogos e equipe operacional para manejo das árvores”, explica Marco Antônio de Oliveira (Bidu), secretário de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri. 

 

Árvore é vida

Barueri está localizada dentro dos domínios da Mata Atlântica, considerado um dos mais importantes ecossistemas. Uma cidade onde o verde é preservado revela também seu engajamento com o planeta. Isso porque os benefícios ambientais da preservação das árvores são óbvios, como transformar gás carbônico em oxigênio, mas vale a pena lembrar outros: 

 

– Maior qualidade do ar, já que as folhas realizam o bloqueio de poluentes;

– Diminuição da poluição sonora, pois funcionam como bloqueio às ondas de som;

– São essenciais para a preservação da biodiversidade, pois são refúgio para a vida silvestre;

– Redução dos efeitos do calor na captura dos gases de efeito estufa;

– Fornecimento de comida saudável e gratuita, como frutas e outros vegetais;

– Embelezamento e valorização de ambientes, já que refrescam, promovem qualidade de vida, trazem sensação de paz e tranquilidade; 

– Promoção de bem-estar. Estudos comprovam que ficar mais tempo perto de árvores pode diminuir a pressão arterial e o estresse. 

 

“Todos queremos viver numa cidade que seja saudável, resiliente e bonita – as árvores servem como uma linguagem comum para tornar isso possível. Barueri ser reconhecida no programa Tree Cities of the World significa que está se comprometendo a ir além para definir as árvores como infraestrutura verde crítica para seus cidadãos”, disse Dan Lambe, executivo-chefe da Arbor Day Foundation, no documento recebido pela Sema informando sobre a certificação.

 

 

A postagem ONU reconhece Barueri como cidade amiga das árvores  apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.

​[[{“value”:”Barueri é uma das cidades mais arborizadas do mundo. Quem afirma isso é a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO/ONU) e a Fundação Arbor Day, que certifica cidades comprometidas em cultivar e manter áreas florestais urbanas.   Desde fevereiro deste ano o município de Barueri, por meio da Secretaria de Recursos Naturais
A postagem ONU reconhece Barueri como cidade amiga das árvores  apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.”}]]