Governo de SP entrega obras de modernização de alas do Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP

Foi liberado ainda recursos para custeio do HCFMUSP e para a construção do Centro de Simulação e Doenças Negligenciadas do Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da USP (IMT-FMUSP)

O governador Rodrigo Garcia entregou nesta sexta-feira (11), na capital, a reforma de três alas do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP), de São Paulo. As melhorias tiveram investimento de mais de R$ 8 milhões. Na ocasião, o governador liberou ainda R$ 19 milhões para aquisição de insumos e custeio do Complexo HCFMUSP até o final deste ano e R$ 22 milhões para a construção do Centro de Simulação e Doenças Negligenciadas do Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da USP (IMT-FMUSP).

“Estou aqui na manhã de hoje fazendo a entrega de várias reformas de andares do Hospital das Clínicas de São Paulo, que foi modernizado. Estamos também anunciando novos investimentos para construção do novo prédio do Instituto de Medicina Tropical e reforçando vários investimentos que foram feitos aqui no HC”, disse Rodrigo Garcia.

As três alas do Instituto Central foram totalmente reformadas e dimensionadas conforme às legislações vigentes, com moderna infraestrutura e acabamentos de primeira linha, seguindo padrões de ambientação mais humanizada e de excelência no atendimento, que vão beneficiar pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em três especialidades: Reumatologia, Geriatria e Trauma.

A Unidade de Internação da Reumatologia, que contava com 16 leitos, passará a operar com 22, sendo 8 de internação de curta permanência para pulsoterapia na modalidade Hospital Dia e 14 de internação de longa duração. A Unidade de Internação da Geriatria passa a contar com 26 leitos distribuídos em 13 quartos, todos modernizados e com banheiros próprios.

Já a Unidade de Terapia Intensiva do Trauma terá 12 leitos individualizados, sendo 2 de isolamento com um posto de enfermagem para cada 2 leitos, promovendo um monitoramento mais próximo e seguro. A área também passa a contar com uma central de monitorização e estativas de gases medicinais.

Além da qualificação dos ambientes assistenciais, todas as alas tiveram suas respectivas áreas técnicas e de apoio reformadas e iniciarão as suas operações em dezembro, após fase de adaptação e treinamento de equipes.

*Centro de Simulação e Doenças Negligenciadas do IMT-FMUSP*

O novo espaço irá permitir a ampliação do desenvolvimento de pesquisas científicas nas linhas relacionadas a doenças emergentes e reemergentes de alto potencial epidêmico, como COVID-19, varíola do macaco, febre amarela, dengue, entre outras.

O edifício contará com uma área de 3,7 mil m² e abrigará laboratórios de pesquisas para o IMT-FMUSP, além de espaço para atividades acadêmicas de simulação de procedimentos médicos para alunos da FMUSP.

“Tanto a entrega das reformas quanto a construção deste novo prédio vão corroborar e promover ainda mais as vocações do sistema FMUSP-HC, que são, além da assistência de qualidade, a produção de conhecimento científico e formação de novos profissionais da medicina alinhados com os desafios que a Saúde tem posto nos tempos atuais e futuros”, afirmou Eloísa Bonfá, diretora da FMUSP e presidente do Conselho Deliberativo do HCFMUSP.

A postagem Governo de SP entrega obras de modernização de alas do Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.