Novo Centro de Hemodinâmica do HMB conta com angiógrafo de última geração

O Hospital Municipal de Barueri (HMB) Dr. Francisco Moran em breve terá um Centro de Hemodinâmica, que está em fase conclusão das obras. O espaço conta com um sofisticado angiógrafo, de última geração. Nesta semana teve início o processo de instalação do aparelho. Agora, os pacientes de Barueri não precisam mais ser deslocados para hospitais de outros municípios para a realização de exames cardíacos ou vasculares.

O secretário de Saúde, Dionísio Alvarez Mateos Filho, comemorou o “start up” feito ao equipamento. “É um grande avanço em termos de prestação de serviço aos nossos moradores”, disse o secretário. O novo equipamento para cateterismo, moderno e avançado, entrará em funcionamento a partir do dia 7 de outubro.

O novo angiógrafo é um equipamento de última geração, com capacidade para 60 procedimentos mensais, com alta capacidade de resolutividade em diagnóstico e intervenção. Fabricado pela empresa alemã Siemens, custa cerca de R$ 2 milhões. Batizado de Artis One, a máquina faz procedimentos ligados às doenças do coração como infarto agudo do miocárdio, e de doenças arteriais periféricas (DAP), que são distúrbios que atingem a circulação das pernas e dos pés.

Altíssima qualidade de imagem

O Artis One, na verdade, é um sistema, muito mais que um equipamento. Seu conjunto de aparelhos possibilita a obtenção de imagens de altíssima qualidade. E com a menor dose de contraste possível. Permite, por exemplo, realce do stent (pequeno tubo colocado na artéria para abri-la e evitar entupimento, indicado para doenças coronarianas).

Pelo equipamento é possível manipular o cateter enquanto se obtém uma imagem nítida do stent posicionado em relação a outros tubos previamente implantados ou à anatomia cardíaca do paciente. Outra vantagem é que numa única varredura consegue-se todas as angulações necessárias para o diagnóstico coronariano, de maneira a ter a melhor projeção no tratamento de uma lesão. E, por fim, permite ainda a obtenção de imagens em 3D – imagens tridimensionais, ou seja, que têm três dimensões geométricas: altura, profundidade e largura.

Autonomia ao médico

“O equipamento dá uma autonomia ao médico muito grande, que pode operá-lo conforme sua necessidade sem a ajuda de terceiros. E, além disso, humaniza o tratamento porque paciente e médico ficam lado a lado na hora dos exames”, disse o gerente de produtos da Siemens, Victor Augusto Veronezi.

A operação é intuitiva e inovadora, com a vantagem de ocupar menos espaço físico. “É uma máquina compacta, versátil e muito rápida”, disse Fabio Oliveira, engenheiro especialista na área de hemodinâmica, responsável pelo processo de inicialização do equipamento. Ele está no HMB para realizar a calibragem do aparelho.

“É um momento de grande importância ao município, pois torna a saúde local mais resolutiva e eficiente, conseguindo proporcionar um melhor tratamento para pacientes com infarto agudo do miocárdio”, comemorou o diretor técnico do HMB, Paulo Tierno.

A postagem Novo Centro de Hemodinâmica do HMB conta com angiógrafo de última geração apareceu primeiro em Jornal Digital da Região Oeste.